quinta-feira, 12 de setembro de 2013

...

Não há muitos dias em que trabalhar/viver no eixo Chiado - Príncipe Real seja chato mas a verdade é que há alguns. Se é mau quanto a CGTP decide convocar manifestações semanais contra mais um furúnculo que lhes apareceu no rabo, também é uma merda quando claramente acusamos o cansaço de uma semana de trabalho stressante e de manhã nos arrastámos para sair da cama e não fomos capazes de mais do que a higiene e vestirmos a primeira coisa que nos apareceu à frente e, depois, às sete e meia espreitamos pela janela do escritório e só vemos mulheres todas embonecadas a descer e a subir a rua. Bem posso desejar que uma delas caía nos seus saltos finos ou que o batom vermelho lhe tenha sujado os dentes, não me sentirei menos patinho desleixado por isso.

2 comentários:

Ricardo disse...

Alguma entidade divina concedeu-te o desejo, só eu vi duas a cair dos saltos, a calçada da Garrett tem qualquer coisa contra a moda.

Su disse...

Para mim são os turistas na rua da misericórdia, com os seus mini passeios.
Acham que é tudo deles. Uma vez ia levando um murro acidental de uma italiana.
Ah e a porra dos DJs na VFNO na Praça do Príncipe Real até altas horas da noite!