domingo, 9 de junho de 2013

...


Afinal da janela desta casa também se assiste a cenas emocionantes. Às 7h00 da manhã, duas vozes masculinas discutem ao mesmo tempo. Depois de uma pausa ouve-se numa entoação sentida: 


- Bate-me! Vá, bate-me!

Segue-se outra breve pausa e a mesma voz continua, ainda mais dramática:

- Sim, eu traí-te. Nós quase nunca tínhamos sexo e quando tínhamos era uma merda!


Nessa altura, infelizmente, o casal reparou no meu namorado que tinha ido à varanda prestes a mandar para o sítio terminado em alho as bestas que estavam a incomodar o nosso precisado descanso e que, naquele momento, tinha perdido a cara de sono para ganhar  cara de parvo perante a visão de duas personagens ao melhor estilo gay-Almodóvar mas inseridos numa cena dos Morangos com Açúcar. Consequentemente, foram-se embora e ficámos sem saber se acabaram aquela manhã a esfaquearem-se ou a comerem-se.

1 comentário:

Isa disse...

LOL :D antevejo sexo selvagem, com urros vários e práticas sado-maso :p
Espero que tenhas conseguido dormir uma sesta ;)