sexta-feira, 28 de junho de 2013

...

A noite passada sonhei que estava a descer as escadas do meu prédio, só que não era o meu prédio porque tinha umas sub-caves e caves que aqui não existem. Mas de resto era este prédio onde vivo agora, o sonho era bastante realista, ao ponto de conseguir reconhecer o cheiro a fritos que vem da casa da minha vizinha e ao ponto de aparecer o Gato Belchior a escapulir-se pela porta, mal eu  a abri para sair. Nesse sonho eu descia as escadas até chegar à última cave, onde um grupo numeroso, à porta aberta e à luz do dia, fazia sessões satânicas. Acordei no ponto em que eles quase todos, com excepções de dois ou três que pareciam dominar a cena, estavam possuídos por demónios e falavam e gritavam ao mesmo tempo em línguas variadas, com os olhos vítreos a olhar para nenhures, uns com sorrisos maldosos, outros com esgares perigosos nos lábios meios arreganhados a revelarem os dentes cheios de saliva. Eu fiquei lá sentada a observar aquilo, até o meu subconsciente dizer wtf e trazer-me de volta. 

3 comentários:

a.i. disse...

Desculpa comentar posts antigos, mas: nunca tinha ouvido ninguém dizer que sonha com a mesma coisa que eu, ou parecido (eu acho), que é essa coisa de descer até a um submundo "paralelo"em caves do prédio inexistentes. Mas no meu sonho recorrente eu desço de elevador.Entro no elevador, ele desce mas depois em vez de parar no rés-do-chão, continua para baixo passando várias caves que eu desconhecia até se deter numa última. Mas eu normalmente acordo antes (ou não me lembro) da parte em que veria o que está dentro dessa cave. Só me lembro da sensação assustadora de ir no elevador para o fundo da terra.
para isto o freud ou o jung deviam ter umas explicações.

RBM disse...

acho que uma coisa é mais ou menos óbvia que é o medo de coisas que nos eram aparentemente familiares e que afinal não conhecíamos. Tipo os "Pássaros" do Hitchcock, parte do creepy é porque nos habituámos a ver os pássaros como inofensivos e afinal eles eram capazes de atacar com malvadez. O choque é maior quando estamos numa zona de segurança e afinal não havia segurança nenhuma, não sabíamos nada.

6th nonsense disse...

Também tenho pesadelos com elevadores que não se detêm, seja a descer ou a subir. Assim de repente, o único ponto comum que encontro entre mim, a blogger que escreveu este texto e a comentadora anterior (além de sermos mulheres) é que aparentemente todas gostamos de gatos.