sábado, 24 de novembro de 2012

...


É um clássico da história de cada um de nós. Atire a primeira pedra aquele que não teve uma mãe que dedicava o sábado à limpeza de casa e que simpaticamente não o acordava com o barulho do aspirador a bater contra a porta do quarto. Durante anos fiz pouco com a dedicação da minha mãe aquele corropio de lavar vidros e chão, sacudir tapetes, esfregar o fogão, mudar os lençóis e etc, até que há pouco dei por mim de leggings sujas de líxivia e luvas postas e tive de admitir para mim própria que já estou igual a ela.

3 comentários:

A Chata disse...

E o que eu te percebo!

Maria Fonseca disse...

É assustador.

B. disse...

Caminhamos todas para lá.
Escravas do lar.

E o que mais me choca é que... gosto! Cada vez mais. Surreal.

BeijO