sexta-feira, 24 de agosto de 2012

...

Hoje estava a ler no site do Público a notícia da mãe que se suicidou e que matou os dois filhos, em Castro Martim, quando reparei num comentário de uma outra leitora. A "Sara" de "Lx" respondia a um comentário anterior que observava  que a falta de acompanhamento médico tinha contribuído largamente para aquela situação, com a seguinte afirmação:

«Psiquiatria

A psiquiatria é das profissões mais inúteis e perigosas que existem. Gostam de rotular as pessoas sem grande fundamento, apenas com base em suposições e na sua imaginação.»

A  "Sara" esqueceu-se que está a falar de uma especialidade de Medicina e não propriamente da aula de poções do Professor Snape em Hogwarts. Uma especialidade que gente muito mais inteligente do que ela estudou, desenvolveu e aplicou. A psiquiatria diagnostica e trata doenças mentais, que são tão dolorosas,  incapacitantes e mortais como uma doença respiratória, cardíaca ou oncológica. Ou será que para a "Sara" as doenças mentais também resultam  da imaginação de quem por elas é afectado?

7 comentários:

IFB disse...

A "Sara" tem alguém muito próximo que foi rotulado com qualquer coisa psiquiátrica que não a agradou. Entretanto, há bons e há maus psiquiatras mas a psiquiatria em si não é culpada por haver bons e maus profissionais.
(Talvez a Sara precisasse de visitar um ela própria, pobrezinha..)

Isa disse...

qd alguem fala mal de terapeutas acho sp q precisa deles mais q tudo...

Luna disse...

ah, o maravilhoso submundo dos comentadores do público...

(a Sara nunca deve ter tido, na sua vida, de acompanhar um familiar a uma urgência psiquiátrica, nem saberá o alivio que é, após o pânico que é vermos quem gostamos em sofrimento, quando uma correcta medicação faz finalmente efeito)

Catarina disse...

Estou a fervilhar de indignação com essa "Sara"!!!

Izzie disse...

Bendita ignorância. Ainda por cima quando a situação da senhora que se imolou (e aos filhos) é o exemplo clássico do que pode acontecer quando uma depressão não é tratada.

Fuschia disse...

Não seria a primeira pessoa a achar que as depressões e demais doenças psiquiátricas não passam de birras e que as pessoas estão a imaginar tudo.

$hort disse...

Aquilo que eu li e ainda me faz pensar duas vezes foi a respeito da psicanálise em O Pendulo de Foucault, em que, em tudo semelhante com a típica banha da cobra, aparecem umas quantas pessoas que se dizem doentes e após tratamento com a dita banha da cobra, leia-se a psicanálise, ficam curadas...