segunda-feira, 7 de maio de 2012

...

Depois de uma tarde passada entre salas de espera e salas de examinação de um famoso hospital de Lisboa fiquei actualizada de todos os romances e pares de cornos dos famosos do burgo que gostam de aparecer e são, na sua maioria, actores e actrizes da TVI, jogadores de futebol e as suas mulheres e ex -concorrentes de toda a espécie de reality shows (ou no pior dos cenários, as três coisas todas juntas); conspirações de infelicidade das princesas Letizia, Kate e Charlene, coitadinhas todas magrinhas que nos palácios estrangeiros já se sabe que se dá primazia à lavagem a seco das tapeçarias reais, menosprezando assim a alimentação, de sorrisinhos amargos e forçados a visitar crianças com doenças raras (não se percebe de facto, como podem estar tristes a visitar crianças doentes!); e dicas de moda/ beleza/ sexo em alguns casos evidentes, noutras copiadas de um livro erótico destinado a donas de casa de Mondim de Basto. Conclusão: considero-me uma pessoa um pouco alheada da realidade, e embora na maioria das vezes considere isso um defeito, noutras sinto-me dentro de uma bolha privilegiada de informação. Foi o ponto positivo da tarde perdida, entre picadelas e exames mais a outra conclusão que me grita que devo estar a pagar por algum genocídio realizado numa outra encarnação. Mas está tudo bem vida, só estou à espera do momento certo para te espetar uma bofetada de luva branca.

6 comentários:

FM(ii) disse...

É Mondim de Basto e não Bastos.

E, já agora, que de especial tem as donas de casa de Mondim?

Isa disse...

livro erótico destinado a donas de casa de mondim de bastos é mt bom.
e dicas de maquilhagem dignas de moças que trabalham em casas de alterne, havia?
adorei o post e vi tudo, tudinho.

Isa disse...

e há uma coisa boa aí, principalmente depois de saber que está tudo bem contigo, obviamente, é não teres passado a tarde a ver os aviões ou o porto de leixões, fala sério ;)

Anónimo disse...

Ehehehe! Foi bom passar por aqui!!

RBM disse...

Já está devidamente corrigido para mondim de basto.

oh Isa maquilhagem para casa de alterne não havia, mas num exemplar velho da happy eles sugeriam que provocasses o teu namorado para ter relações num provador de uma loja e se fossem apanhados por um empregado/a para o/ a convidares a juntar-se a vocês. (verdade!)

Isa disse...

LOL :D

bando de gente doida, deusmalivre