quarta-feira, 18 de abril de 2012

Conversa entre mim e o karma*

Eu - Mas oh Karma, eu sou boa pessoa. Fui voluntária numa associação de animais, apanhava os cocós de gatos que não eram os meus, entrava em peditórios nos supermercados. Ainda hoje apanho, em média, dois bichos por ano dos quais trato e oriento para donos espectaculares. Já estive assim para o falida devido a contribuições para operações de bichanos atropelados, maltratados e etcs. Trato muito bem os meus, comem só do melhor, têm mantinhas - polar para se enrolarem, sobem para cima da cama, roubam-me comida do prato e eu nunca ralho, nem bato....
Karma - Mas oh R. sabes que o que é relevante para o meu balancete final é essencialmente o bem que é feito às outras pessoas...Diz lá, que fazes tu para ajudar os outros?
Eu - ....Então...então, ajudo imensa gente que está aflita assim com a justiça...
Karma - Fora gente que não te paga para as ajudar...
Eu - .....

*( ou considerações de um dia de merda onde finalmente percebi que tenho aquilo que mereço)

6 comentários:

Anónimo disse...

és genial, adoro ler-te.

Inês

Anónimo disse...

Também gosto muito!

krasiva disse...

Pode-se sempre mudar o karma :)

Anónimo disse...

Deixa lá isso para outro colega.A pena vai ser muito menor. Não queiras ser Advogada de ti mesma.

Bjinho

(o da gata branca)

As minhas africanisses disse...

Bom, pelo menos nu céu dos animais já tem lugar! :)

E. disse...

Been there, done that..