terça-feira, 27 de março de 2012

...

Quando oiço falar em amores que não são os certos, e já ouvi muitas vezes à laia de indirecta crítica para a minha situação,  lembro-me daquela cena do Manhattan onde uma tolinha diz que anda a ter "the wrong kind of orgasms" e o Woody Allen,  perplexo perante tal oxímoro, responde qualquer coisa do género, "I never had the wrong kind.  Even my worst one were quite on the money".

Sem comentários: