sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

...


João César Monteiro filmou esta cena quando sabia que estava a morrer. Hoje, confrontada com as consequências da minha tendência cíclica para me meter em "lose-lose situations", recordei-me deste episódio. Até aí achava que a dor de cabeça era causada pelo gorro que usei para enfrentar a temperatura e que me apertava as têmporas mas depois apercebi-me que afinal eram só os demónios dos costume. Senti-me meio estúpida perante esta invejável capacidade de alguém, face à morte, consciente que não há um elixir da imortalidade e que a criogenia é banha da cobra, dizer com uma grosseria que se torna requintada pelo humor, "fui bem fodido". E penso nos desgostos de amor e quem diz desgostos de amor diz desemprego e quem diz desemprego diz a greve ou o frio ou os chatos da TMN que não param de ligar camuflados no número anónimo para impingirem novos tarifários, nas trombas franzidas que vejo nos transportes, nas minhas quando me olho ao espelho e detecto as primeiras rugas que não podem ser da idade porque uso um bom creme e suspiro. Aliviada, por finalmente perceber aquilo que o povo apregoa desde de sempre - haja saúde, que para tudo o resto há solução.

1 comentário:

Isa disse...

Os demónios do costume é muito bom, apetece-me roubar-te a expressão...

saúdinha, saúdinha é que é preciso ;)
Bjo