sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Há sempre um dia, em que apesar de toda a literatura lida, percebemos que não temos vocabulário suficiente para responder a todos os desafios da vida...

..., conclui hoje, na farmácia, na hora de almoço. Depois de descrever a tosse assolapada que não me tem largado nas últimas duas semanas, e que me interrompe os telefonemas, faz com que me engasgue às refeições, não me deixa dormir e a senhora pergunta-me:

« E a expectoração tem que cor?»

E eu, encolhi os ombros e respondi,"cor de ranhoca".

1 comentário:

Anónimo disse...

* expectoração