domingo, 19 de fevereiro de 2012

...

Tenho uma nova gata - temporariamente digo eu, dividida entre quer arranjar-lhe um dono e o ronron dela na manta polar que faz com que eu emane ternura por todos os poros da pele. Ele pergunta-me que nome lhe vou dar, respondo que não sei. Ele sugere "Miranda" e eu reajo entusiasticamente. Ele, incentivado pelo meu feedback, continua, Miranda como a princesa maltratada, que depois do naufrágio vai parar à ilha e é protegida por Ariel*. Ao que eu respondo "oh, só me lembrei da ruiva"**.

* alusão à "Tempestade" de Shakespeare.
** alusão ao Sexo e a Cidade, da HBO.

2 comentários:

O Lendário Fábio Ivanildo disse...

(rodando entre os dedos o matinal gin, enquanto ajeito o casaco, está frio cá fora)

E a mim ocorreu-me o Miranda, o tipo dos bons tempos da Kapital...

(revivendo o passado e fazendo sinal ao rapaz para me servir um bloody mary, em memória de tempos felizes)

RBM disse...

não sou do tempo dos bons tempos da kapital.