sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

...



Ontem, encostei-me à parede daquele antro, de olhos fechados e alheada da única preocupação que me permito ter nas noites que saio - beber a cerveja antes que ela fique morta. A permissão desse alheamento - além do desperdício da imperial, despejada para um canto minutos mais tarde - abriu as portas para as outras preocupações anormais nestas circunstâncias. A noite consegue ser muito filha da puta, acho que todos temos essa noção. Descremos da existência de vampiros e espíritos, mas reconhecemos que as verdadeiras entidades do submundo, as mais sinistras, estão dentro de nós. Do mal ao menos, penso, há quem dê para fazer confissões, admitir que anda a dormir com x; outros mandam mensagens que acordam uns confusos destinatários que ficam a matutar naquele conteúdo, normalmente intimista, durante uns dias, enquanto o remetente nem se lembra daquilo; uns acabam a urinar na rua, elas atrás de um carro preocupadas em não molhar os sapatos, eles no cúmulo exibicionista da genitália, sem sequer saberem o que têm calçado. A mim, não me dá para fazer essas figuras, por isso é que digo que não é mau, que podia ser pior. Mas sim, encosto-me à parede, observo primeiro as minhas duas amigas que discutem a sério por um assunto de gajas, e penso depois, naquele momento de olhos fechados em que me abstraio da cerveja, que tenho sorte. Aquele homem é o melhor homem do mundo, e digo-o livre de suspeições, assente em critérios objectivos. E contudo, há tantos momentos em que quero fugir dele. Em que tenho raiva dele. O meu problema é que sou aquele estilo de miúda que se identifica com uma letra dos The Cure, em vez de com uma da Adele. Depois desse momento, atirei então o que restava da bebida para um canto e dirigi-me ao bar para pedir outra.

1 comentário:

Rainha ST disse...

As tuas palavras, parece que foram escritas após teres lido os meus pensamentos, há muito tempo que não via ninguém tão parecido comigo. A música então nem se fala, Espectacular!!!!!!!
Apesar de eu escolher "A Night Like This" (Cure)