domingo, 1 de janeiro de 2012

One thing is certain, we'll never give in



Mal me vê aborrecida, amuada, triste ou se por outro lado é ele que pura e simplesmente quer desarmar-me e ficar a observar-me entregue e enternecida, recorre ao Youtube. Os videos com gatos são uma via fácil - podem estar a correr em passadeiras, a roubar comida do barbecue aos donos ou a fazer outra coisa extremamente cute pelas quais os gatos são tão apreciados pelas pessoas de requintado gosto. Episódios de filmes da Disney, em especial da Pequena Sereia e da Bela Adormecida, também são garantia de um mel automático da minha parte. Mas ontem, enquanto esperávamos pela meia-noite, ele decidiu puxar pela cabeça e pelos galões e ir desenterrar a música preferida da minha infância, cujo single naqueles vinis pequeninos, ainda tenho para aí. Subitamente, soube-me muito bem este caminho (quase) na recta final para os trinta, soube-me muito bem esta vida, soube-me muito bem sentir esta esperança de menina que fica bem-disposta e optimista só por ver um coro de sapos.

1 comentário:

Fuschia disse...

Sem nenhum motivo lógico, sempre odiei essa musica em miuda, achava deprimente. Hoje não odeio, mas continuo a não achar-lhe grande piada :P