segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Como uma virgem, tocada pela primeira vez

É uma óptima cena mas não é a verdade. Por detrás da superficialidade típica de um mega hit pop dos 80's - com o selo de obrigatoriedade em toda a festa em que se verifique a existência de uma máquina de karaoke - reside um substracto muito sincero e bonito. Não há sensação igual aquela que é provocada por um homem que simultaneamente nos faz sentir muito mulher e muito menina.

1 comentário:

bee disse...

presente da bee! um beijinho!

http://beetimestories.blogspot.com/2012/01/blogger-award.html