quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Pós-Traumático

A minha relação com o meu coração relembra-me aquelas vítimas de um qualquer sinistro que lhes levou uma perna ou um braço e que passados não sei quantos anos ainda se queixam de dores, moinhas, formigueiros esquisitos e incomodativos no membro que já não têm.

Sem comentários: