domingo, 6 de novembro de 2011

Melancolia



Dia 11 no Monumental, a não ser que parta uma perna, tenha um AVC, seja atropelada ou morra um dos gatos. Ele é daqueles realizadores que consegue deixar-me profundamente mal-disposta e emocionar-me às lágrimas no mesmo filme. É certo que ele promete que isto é um filme de gaja por isso não devemos ter nada de comparável à Emily Watson a masturbar estranhos no autocarro para depois ir contar ao marido entravado. Posteriormente armo-me em Lauro António.

Sem comentários: