sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Determinadas pessoas em vez de se meterem em relações deviam mas era investir, consoante os gostos e/ou orientação sexual, num vibrador ou numa boneca insuflável. Mas daqueles bons, com categoria; os vibradores com uma bateria com duração de fazer inveja aos coelhinhos da Duracel, as bonecas com umas maminhas que ao toque parecessem reais. Tenho em crer que lhes saía mais barato a longo prazo, não se chateavam com aquela coisa incómoda e claramente démodé chamada "sentimentos" e acabavam por ter - quiçá ainda de forma mais fácil - aquilo que procuram no envolvimento com os outros.

2 comentários:

Anónimo disse...

"Tenho a querer" ou "tenho em crer"?

RBM disse...

obrigada, não tinha percebido o lapso.