quarta-feira, 14 de setembro de 2011

O meu erro não foi ter aquela fé quase provinciana que ele podia mudar. Foi acreditar sim que ele podia mudar por mim, uma pessoa que claramente não valia a pena.

1 comentário:

Piston disse...

Não foi erro, foi fé que desceu pelo cano.