sábado, 24 de setembro de 2011

Acerca deste post que faz referência a uma verdade incontornável finalmente admitida por um homem - ao menos um que não tenha cara-de-pau e assuma que a farsa não é possível de ser mantida por muito mais tempo - lembrei-me de outra categoria de homens. Aqueles que supostamente também gostam muito de raparigas inteligentes e espirituosas mas depois acabam por trocá-las por outra com as mamas maiores. E depois quando confrontados com isso dizem qualquer coisa do género "ah não é pelo que tu pensas, ela também é muito interessante e querida".

Sem comentários: