quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Mas claro...

... que enquanto subsistirem a puta das insónias em vésperas dos dias em que me tenho de levantar mesmo cedo eu não vos abandono, meus queridos.

Sem comentários: