terça-feira, 19 de julho de 2011

Porque é que as crianças são o melhor do mundo (a seguir aos gatos)

Nos transportes meto conversa com uma miúda brasileirinha, a quem acho automaticamente graça por trazer uma mala de ombro cheia de glitter e as unhas pintadas de vermelho, como se fosse uma senhorita. A meio da conversa pergunto-lhe:

- Então e quantos anos tens?
-Seis.
- Que crescida!
- Sim - responde-me ela, a encolher-se toda em sorrisos - e você?
- Tenho vinte e ...seis.
Ela abre imenso a boca de espanto e responde-me:
- Oba, é quase iguaizinha à minha!

[qualquer comentário que refira "relógio biológico" ou insinue que eu sou velha, será de acordo com a democracia que me interessa, a minha, simpaticamente apagado, que não sou pessoa para lidar com verdades.]

7 comentários:

Piston disse...

Relógio biológico foi, efectivamente, a primeira coisa de que me lembrei.

Isa disse...

26? mulher, tu és uma jovem. E olha, se resistires até aos 30, o relógio biológico cala-se ;)
Bjos

Piston disse...

Dos 30 para diante é quando, geralmente, ele grita mais.

RBM disse...

Piston tendo em conta que não tens um útero, vou mais pela Isa ;)

Piston disse...

Não sabes o que guardo debaixo da cama.

RBM disse...

ah, já trataste de traficar um útero para quando fizeres a mudança de sexo. ;)

Piston disse...

Não. Uso-o para guardar o pijama.