quarta-feira, 6 de julho de 2011

Egocentristas

Já não tenho paciência para fingir que está tudo bem. Agora a pergunta do dia é "Mas estás chateada comigo?".

[Porra, não é preciso ser muito inteligente para perceberem que não existe um sinalagma entre o meu trabalho e a minha remuneração, fui rejeitada pelo homem que amo, não consigo tolerar muita gente pelo que passo grande parte do meu tempo sozinha a pensar nas duas coisas  más referidas supra, para mais não sou a Mary Poppins pelo que a minha missão na terra, vão lá acreditar, não é fazer com que sintam bem com vocês mesmos, penso. Normalmente, meto o sorrido amarelo e tento parecer entusiasta e credível enquanto digo "claro que não"!.]

1 comentário:

Tolan disse...

essas coisas de sentir e fingir funcionam nos dois sentidos, um bocado como o actor que usa o método, eu uso muito isso. Experimenta ser actriz e fingir que está tudo bem e acabas por te sentir bem. Excepto por breves instantes em que tens um penoso rasgo de lucidez e ficas prostrada no chão sem conseguir respirar. Nesses casos, considera isso apenas como um take falhado e repete.