quinta-feira, 10 de março de 2011

Spoiler

No ínicio da nossa relação ele mandou-me um link para uma notícia que versava sobre o Museum of Broken Relationships. O conceito era simples: o museu em questão era constituído por peças privadas e variadas, doadas por anónimos, que em semelhança só tinham o facto de serem memórias de uma relação que não sobreviveu. Na altura achei imensa graça, obviamente porque ainda não tinha passado pelo fim de nenhuma relação digna desse nome. Notícia à parte, percebi finalmente a indirecta.

Sem comentários: